Quem sou

O que você deveria saber sobre mim

Me formei publicitária em 2001 e depois de ter uma “profissão de verdade” pude seguir meu sonho de ser atriz. Me formei na oficina de atores Nilton Travesso, e mesmo depois de 3 anos ainda não estava satisfeita com meus estudos. Entrei no Núcleo Experimental de Teatro do SESI, onde trabalhei com profissionais maravilhosos, conheci atores fantásticos, reais potencias. Ali fui percebendo como a presença e a totalidade do ser/artista tem que existir e ser trabalhada. Mesmo assim não me satisfiz e quis ir pra NY estudar cinema, e foi lá que tive meu primeiro contato com o método Meisner.

No primeiro exercício enquanto toda a sala bocejava com a repetição, eu estava deslumbrada com o que estava transbordando daquelas pessoas. Como foi realmente só uma pincelada no método, depois de 2 anos de volta ao Brasil a latência da vontade de ver aonde tudo aquilo podia realmente dar, fez eu querer de vez me aprofundar. Fui estudar com Larry Silverberg, o autor dos livros que eu havia devorado estudando o método, e posso dizer que foi a melhor experiência que poderia ter tido na minha vida. Pela combinação de ensinamento e pessoas, mas acima de tudo por ter me transformado como artista, por ter vivido pela primeira vez uma potência que sabia ser possível, mas estava escondida.

E é por isso que sou apaixonada por Meisner. Por que toda vez que tenho a oportunidade de ser e ver um ser humano sendo de verdade… é encantador e me preenche a alma. E isso é inspirador!

 

 

Quer ver um pouco do meu trabalho como atriz?
Essa é a webserie Historias da Ana, minha co-criação,  roteiro e produção. Direção de Fernanda Soares

O que você deveria saber sobre o Meisner

Sanford Meisner foi um artista que junto com Lee Strasberg, Stella Adler, entre outros, participou do Group Theater; um grupo de artistas que estudava e trabalhava em cima das técnicas de Stanislavsky, mas que com o tempo e o foco de interesses dentro dos estudos, acabou se separando. Strasberg ficou famoso com seu trabalho no The Actor’s Studio e depois fundou o Lee Strasberg Theatre and Film Institute. Adler assim como Meisner focam seus estudos na “segunda fase” de Stanislavsky e desenvolvem seus próprios métodos, criando suas escolas (Stella Adler Studio of Acting e The Neighborhood Playhouse)

O trabalho de Meisner consiste numa série de exercícios seqüenciais, que trabalham a habilidade de improvisar, acessar a vida emocional e trazer espontaneidade e presença no ator.

Sabe aquela sensação de se sentir vendido em cena? De não se sentir 100%? De sentir no fundo do coração que existe algo a mais mas não consegue achar ou descobrir? Então….

O que é revelado nesse processo, é o seu ser mais inteiro e integro, pronto pra viver verdadeiramente situações imaginarias.

Minha história

A minha primeira aula de Meisner foi na NYFA em Nova York quando estudava interpretação pra cinema; e logo no primeiro momento que vi o que estava acontecendo com aquelas pessoas enquanto repetiam me apaixonei. (Meio louco pensar nisso, uma vez que mais da metade da sala olhava para aquilo com tédio)

Comprei todos os livros que pude na época, mas foi só quando estava num workshop que ministrei na Unicamp em janeiro de 2011, que resolvi me especializar mesmo na técnica. Em junho de 2011 estava eu, de malas prontas, para um mês de intensivo treinamento em Oregon pelo True Acting Institute. Uma viagem ao desconhecido, saindo da minha zona de conforto, já que realmente não sabia quão intenso seria tudo aqui.

Apesar da língua não ser um problema (comecei a dar aula de inglês com 16 anos), me sentia indo para um país estrangeiro e desconhecido, como nunca fora antes…E estava eu, sentada num banco de aeroporto, com uma mala enorme, esperando uma van que me levaria para um hotel onde seria então levada para a Universidade. Lá sozinha, provavelmente com cara de perdida e com uma excitação quase infantil, eu tentava descobrir quais daqueles rostos que se aglomeravam ao meu redor, iriam dividir essa experiência comigo… para minha surpresa, os que se aproximavam eram todos mais velhos do que eu, pessoas “sérias” e eu só pensava… “onde foi que eu me meti?!”

Quando cheguei à universidade e mais 3 pessoas desceram comigo, um homem e duas mulheres, com largos sorrisos no rosto, pensei: “…acho que será uma bela experiência…”, e foi.

No nosso primeiro encontro com Larry, cada pessoa que se apresentava era um presente para o meu coração, uma história, um brilho no olhar, uma esperança, uma questão; e assim se seguiram os dias, novas descobertas a cada repetição mais coração aberto, mais conexão. No final de cada dia parecia que uma semana se passava. E a cada dia me via mais vulnerável, receptiva e potente com minhas emoções… mas ai a vida veio e falou: “Calma ai, Ana”. No nosso único dia de folga, no final da nossa primeira semana de estudos… eu quebrei o dedo jogando softball. Por ter sido uma fratura grande, tive que voltar para o Brasil pra fazer uma cirurgia e colocar pinos.

O curso na verdade é feito em duas etapas de 15 dias, com o intervalo de um ano entre a parte 1 e 2 do curso, eu que queria ser apressadinha e terminar num mês. E como tem males que vem para o bem, sim eu acredito que toda experiência na vida traz uma lição; eu pude retornar no ano seguinte, com as mesmas pessoas queridas que havia terminado a parte 1, com mais maturidade e entendimento, e terminar a parte 2 que é muito mais intensa ainda e com certeza aproveitei muito mais do que se fizesse tudo junto.

Como apaixonados que somos pela técnica, por Larry e pelas outras pessoas do grupo; convencemos nosso mestre a fazer uma parte 3 para que pudéssemos colocar em pratica tudo aquilo que havíamos aprendido e também como uma bela desculpa de reencontro. No começo de 2013, no Truthful Acting, em Orlando; passamos mais 15 dias juntos ensaiando e apresentando nosso Showcase.

Por onde andei

Ministro aulas de Meisner desde agosto de 2011, no Espaço. Já foram mais de 10 turmas de módulo I e uma de módulo II. Além disso, ministro workshops intensivos em São Paulo e Rio de Janeiro.

Faço coaching para atores e preparação de ator para curtas e longas.

Participei do processo do Projeto Secreto da MTV dirigido por Felipe Hirsh, que culminou na premiada série “ A menina sem qualidades”; fiz parte da preparação de ator e da assistência de roteiro.

Meus primeiros trabalhos com preparação de atores foram: nos espetáculos “Nem aqui, nem lá” e “ A República da Felicidade” e com o ator Alejandro Claveaux para o seu trabalho em “O Caçador” série da rede Globo estrelada por Cauã Reymond.

Dirigi o Grupo de pesquisa Meisner, assim como a montagem do espetáculo “Favor Utilizar as Travas de Segurança”, em 2013 e “Íntimo” em 2016; ambos baseados no método Meisner.

Direção do Show Projeto Verão e do Show de lançamento do CD “Sobre amor e o tempo” de Luiza Possi.

Co-criadora, roteirista e atriz da websérie “Histórias da Ana” no youtube.

Quer trabalhar comigo?
Veja os meus cursos e workshops